Home

Home
"Bem-Vindo!"

   

   
"Não posso estar fraco e triste, pois a alegria do SENHOR é a minha força"

  

  
"É possível ofertar sem amar, mas é impossível amar sem ofertar"

Prêmios Recebidos

Prêmios Recebidos
"A terra é insultada e oferece suas flores como resposta."

A Sábia e Dinâmica Natureza

segunda-feira, 21 de junho de 2010

“Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio. Pois ela, não tendo chefe, nem guarda, nem dominador, Prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento”. Provérbios 6:6-9

A natureza é dinâmica e podemos extrair dela, algumas lições para a nossa vida. Um determinado pastor, disse que, os animais e os insetos, são professores de aulas vivas. Existem os oportunistas, os discretos, os produtivos, os gratos e os indelicados, e porque não acrescentar, os preguiçosos e os amigos (risos). A Sabedoria de quem os criou é algo maravilhoso, não é mesmo?! Vamos tirar alguns proveitos?

Não é gritando com a cobra que ela ficará boazinha.
Sempre que o leão lhe pedir um afago, desconfie.
O cavalo não dá coices em quem está mais afastado.
A mosca não pede licença para pousar no nosso braço.

O pássaro não canta para se exibir.
O gato que persegue dois ratos; não pegará nenhum.
As borboletas não freqüentam chiqueiro.
A galinha consegue ciscar e cacarejar ao mesmo tempo, menos botar e cacarejar simultaneamente.

Onde há cobra pequena há cobra criada.
A cigarra não morre reclamando.
O galo começa a cantar cedo.
Por um pedacinho de queijo o rato cai na ratoeira.

É com cordas delicadas que a aranha prende suas vítimas.
A abelha faz o mel, mas não o entrega em domicílio.
A casa do joão-de-barro é simples, mas é própria.
A formiga trabalha calada.

A vida não é dos “espertos”, mas dos prudentes!

Termino postando um vídeo fofo demais, que me reportou a infância, onde eu fazia exatamente como o garotinho do vídeo, com os cachorros de casa. Ainda lembro minha mãe brigando comigo porque eu não dava sossego a eles, eram três ao todo. Simulava uma sala de aula onde eu era a professora e eles (os pobres cães) os alunos. No fundo, eles gostavam da valorização (risos)...

Nos momentos de raiva, eles eram os meus confidentes amigos. Suportavam minhas tristezas, quietinhos, parecendo entender o que se passava comigo... Enfim, é isso ai.

MC


4 comentários:

Marina disse...

Fantástico esse post, hahahahaha
sempre sou edificada aqui
Tenho umas histórias semelhantes a sua com os cachorrinhos. São amigos e nos ensinam bastante mesmo.
Amei
Bjks

21 junho, 2010
Ao toque do Amor disse...

Oi,Marcia
vim,agradecer sua visita, suas palavras carinhosas e te oferecer um mimo.

Deus seja sempre contigo
san

22 junho, 2010
Ao toque do Amor disse...

Olá, passando pra deixar o meu toque de carinho e amizade
Fique bem, fique em paz
san

25 junho, 2010
Márcia Correia disse...

Marina... Saudade de você! (rs)
San... Obrigada!
Beijinhos para as duas :)
MC

Postar um comentário

Palavras são sementes!
Obrigada pelas sementes lançadas aqui no blog DEVOCIONAIS.
Deus te abençoe...
Shalom

 

Copyright © 2008 - 2009 ·Devocionais