Home

Home
"Bem-Vindo!"

   

   
"Não posso estar fraco e triste, pois a alegria do SENHOR é a minha força"

  

  
"É possível ofertar sem amar, mas é impossível amar sem ofertar"

Prêmios Recebidos

Prêmios Recebidos
"A terra é insultada e oferece suas flores como resposta."

O Que Nos Reserva O Amanhã

domingo, 18 de abril de 2010



“Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará”. Salmo 37:5

“NÃO presumas do dia de amanhã, porque não sabes o que ele trará “. Provérbios 27:1


Em virtude dos últimos acontecimentos trágicos que se abateram no estado do Rio de Janeiro, pude refletir um ponto importante: O que nos reserva o amanhã!

Lembrei do último culto de 2009, em que, eu e os membros da igreja onde congrego, fizemos planos para o ano novo que estava por vir. Já estamos no mês quatro do ano de 2010, e quantas coisas já aconteceram comigo, com você, querido leitor, e com o mundo.

Muitas pessoas se perguntam: “O que este ano reserva para mim ou para nós?”. Essa questão é relevante no primeiro dia do ano, visto que os acontecimentos são sempre anotados no ano em que eles acontecem, quer sejam puramente pessoal ou de importância histórica. As circunstâncias da vida nos trazem dor e alegria, e, a maioria de nós gostaria de saber quais situações felizes nos esperam e também faria de tudo o que estivesse ao alcance para evitar as tristes.

Será que estamos preparados para admitir que Deus tem as chaves de nossa vida? Ou atribuímos tudo ao acaso? Será que acreditamos ser os mestres de nosso destino?...

Todos que acham que controlam sua vida têm de reconhecer uma coisa: as doenças graves ou as tragédias provam que essa é uma crença errada; ambas alteram radicalmente o curso que traçamos para nós.

O rei Ezequias ficou seriamente doente, mas quando se recuperou, reconheceu que Deus havia intervindo para abençoá-lo: “Eis que, para minha paz, eu estive em grande amargura; tu, porém, tão amorosamente abraçaste a minha alma, que não caiu na cova da corrupção, porque lançaste para trás das tuas costas todos os meus pecados”. Isaías 38:17

Fica um conselho...

Comece a colocar a sua vida nas mãos de Deus e buscando Sua vontade por meio da leitura da Bíblia. Deus não falhará em responder. O Senhor mostrará o caminho da salvação e da benção: Seu filho, Jesus Cristo. Ele pode nos dar a paz de espírito que necessitamos para enfrentar as dificuldades da vida. Como Ezequias, devemos perceber que elas são instrumentos para fortalecer nossa confiança nEle.

Quando Deus tem o comando da nossa vida, não tememos o amanhã.


MC

6 comentários:

Alexandre Pitante disse...

Paz,

Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus lhe continue abençoando poderosamente.

Estou seguindo o vosso blog.

Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

Siga-nos também.

Fica com Deus.
Um abraço, Alexandre Pitante.

18 abril, 2010
Anônimo disse...

Querida,
É sempre muito edificante visitar seu blog
Deus a cubra de bençãos sem fim
Eduardo Costa

19 abril, 2010
Antonio Regly disse...

Pra. Márcia,

Desde os meus 7 anos, quando me converti, fui ensinado quanto a importância de sermos bons mordomos. Dentre as mordomias mais difíceis de se colocar em prática sempre vi a do tempo.

Cresci, me casei e fui chamado para o ministério. No exercício da vocação por várias vezes me vi envolvido por inúmeros compromissos e a preocupação em realizar a obra muitas vezes me fazia pensar em planejamentos, planejamentos planejamentos. Contudo, por mais que fizesse a coisa certa, sempre esbarrava nos imprevistos, nas situações de emergências e naquelas que pensávamos que tinha de ser assim e Deus nos fazia ver o contrário.

Quando adoeci passei por algumas situações jamais desejadas. Sempre honrei meus compromissos eclesiásticos. Mas aconteceu de eu ter sido convidado meses antes para pregar numa igreja. Fui internado e o tempo foi passando, passando, até que liguei para o pastor e contei-lhe o que estava acontecendo. Passou o dia e ainda permaneci internado por mais de um mês e aí comecei a experimentar algumas coisas do que a pastora escreveu.

Nos anos subsequentes, quando fui forçado a apenas tratar da minha saúde, fui ministrado quanto a importância de ter a vida literalmente comandada e dirigida por Deus. É Ele quem dá a última palavra.

É difícil, no contexto em que estamos vivendo, de muita automação e imediatez, vivermos uma vida de perguntas do tipo: Senhor, o que tens para mim hoje? Ou mesmo, orar e aguardar a voz do Espírito nos mostrando o que fazer ou dirigir os nossos passos. Se não aprendermos a agir somente sob a direção de Deus, incorremos no erro de nos movermos para lados que o Senhor não nos direcionou.

Deus continue abençoando o seu ministério.

Paz!

Pr. Regly

22 abril, 2010
Márcia Correia disse...

Amado pastor Regly,

Obrigada por sua participação aqui no blog. Seu testemunho de vida fortalece a minha fé.
A vontade de Deus nunca nos levará para onde a Sua Palavra não nos guia, não é mesmo? Se tomarmos decisões que nos levem a direção contrária à Palavra de Deus, podemos ter certeza de que “são nossas” decisões e não dEle. Um princípio que deve ser dominante em discernir a vontade de Deus é a vontade de fazer qualquer coisa que Ele nos leva a fazer (Sl 40:8; MT 26:39; Hb 10:7). Outra maneira de termos certeza de que estamos seguindo a vontade de Deus e não a nossa, é estarmos dispostos a renunciar às coisas que mais desejamos para colocar a vontade de Deus em primeiro lugar. Somente quando submetemos nossas decisões e suas conseqüências a Ele, estaremos certos de Sua direção.

Eu louvo a Deus por sua vida... por seu amor a Cristo e por tudo que você tem passado para cumprir os Seus propósitos na terra.

Deus continue te erguendo e usando para a Sua glória!

Shalom

Gustavo Aquino disse...

Uma vez eu estava muito doente, à beira da morte, no vale da sombra da morte.
Eu estava deitado na cama, e, numa noite, chorei, e orei ao Senhor, mesmo não tendo ainda minha vida entregue ao Senhor Jesus.
No outro dia, eu estava na sala, sentado em um sofá (na casa da minha avó), e lá perto tinha uma Bíblia... Minha mãe pediu para eu abrir a Bíblia, e ler uma passagem de onde fosse aberta.

Eis que lá estava,
Isaías 38: "...Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi teu pai: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que acrescentarei aos teus dias quinze anos."

O Senhor falou profundamente comigo aquele dia, e jamais me esquecerei disso.
Agradeço a Deus, amém!

parabéns pelo blog.

13 julho, 2010
admin disse...

Eu deixo um curto comentário firmando o prazer com que o Espírito do Senhor me permite fazer e congratulo-me contigo deixando este lembrete, dizendo: Não pare de falar das coisas de Deus e deixe que tudo siga o seu curso e; Continue o injusto fazendo injustiça, continue o imundo ainda sendo imundo; o justo continue na prática da justiça, e o santo continue a santificar se.Siga Sinodeluz.blogspot.com e eu estarei sempre em contato, que Deus nos abençõe nesta trajetória...

16 abril, 2012

Postar um comentário

Palavras são sementes!
Obrigada pelas sementes lançadas aqui no blog DEVOCIONAIS.
Deus te abençoe...
Shalom

 

Copyright © 2008 - 2009 ·Devocionais